Meu filho tem fimose! É preciso cirurgia?

Olá gente, boa tarde! Recebi um e-mail de uma leitora do Blog relantando que seu filho tem fimose. Ela tem dúvida sobre o que fazer. Achei o tema bacana para postar, já que muitos pais estão na mesma situação (com dúvidas! E talvez com fimose também, vai saber… risos).

Em primeiro lugar, temos que saber que a fimose pode ser fisiológica (natural) ou patológica (doença). Cerca de 96% dos bebês meninos nascem com fimose fisiológica, ou seja, o prepúcio (pele que envolve o pênis) cobre por completo a glande (cabeça do pênis), deixando-a escondidinha. Aos poucos, com o crescimento do amigão, o prepúcio torna-se mais retrátil, permitindo a visualização da glande. Este é um momento único para a família! Os pais enchem os olhos de alegria ao perceber que o pênis de seu filho tem uma cabeça! É divertido presenciar este momento no consultório!

Após 1 ano de vida, cerca de 50% das crianças que nasceram com fimose já a resolveram espontaneamente. Este índice aumenta até 90% aos 3 anos. Por isso optamos sempre em não operar antes desta idade.

A fimose patológica caracteriza-se pela dificuldade de expor a glande em função de um prepúcio não retrátil ou pela presença de um anel fibroso na sua extremidade. Este anel é rígido e mais estreito que a cabeça do pênis, impedindo, portanto, que ele “saia da casinha”. Esta alteração pode ocorrer devido a infecções locais de repetição ou por tentativas forçadas de retração. Então senhores pais… nada de ficar fazendo a tal “massagem” ou forçar a saída da cabeça do pênis sem necessidade.

Aos poucos, quando a fimose vai se desfazendo, percebemos algumas aderências na glande (pequenas áreas onde a pele fica “grudadinha” na cabeça do pênis). Nesta fase é comum aparecerem pequenas bolinhas brancas por baixo da pele. Essas bolinhas são acúmulos de esmega, uma secreção que é naturalmente produzida na pele que envolve o pênis com a finalidade de lubrificá-lo.

Agora que estamos craques em fimose, vamos ao tratamento! Como cerca de 50% da fimose fisiológica se resolve espontaneamente até 1 ano de idade, não há motimo para tratameto antes dessa fase. Depois disso até podemos tratar, já que os meninos que apresentam fimose tem maior risco de desenvolverem infecção urinária.

São utilizados cremes de corticóide específicos para o tratamento de fimose. O corticóide, usado de forma correta, não trará problemas para o paciente. Então nada de ficar com nóias a respeito deste medicamento, ok? Sua principal ação é anti-inflamatória, desfazendo o anel fibroso que impede a exposição da glande, além de deixar a pele um pouco mais fina, o que facilita o processo. Você deve estar louco para saber qual o nome da pomadinha que devemos passar, né?! Vai ao médico mané! O blog tem a finalidade de orientar, e não consultar, ok?! Agora que já desabafei, vou continuar… risos…

Para aplicar o creme, sugerimos um movimento delicado de retração do prepúcio (traduzindo: puxe a pelezinha do pênis para baixo, suavemente!) até aparecer o furinho que tem na ponta do pênis. Depois disso, coloque o creme sobre toda a extremidade do pênis e volte a tracionar a pele para cima, como se fosse “guardar” a pomadinha dentro do pênis. Ficou fácil de entender? Este tratamento deve ser realizado pelo tempo que o seu médico determinar, geralmente em torno de 3 a 4 semanas.

O tratamento cirúrgico será realizado apenas se o tratamento clínico não for resolutivo. Lembro que podemos repetir algumas vezes o tratamento com o creme até que tenhamos um resultado definitivo. Ah!! Para o tratamento ter o resultado esperado, ele deve ser realizado exatamente como foi orientado pelo médico. Não adianta esquecer de passar a pomada vários dias e depois dizer que não deu certo, ok?! Tô de olho, hein!!

Depois de resolvida a fimose, devemos lavar a glande todos os dias, na hora do banho! Além de remover o esmegma que é formado, evitando o mal cheiro e infecções, vamos ajudando a deixar o prepúcio sempre retrátil, o que impede o retorno da fimose.

Para resumir: se seu filho tiver fimose, temos que definir se é fisiológica ou patológica. Dependendo da idade, e se já foi realizado tratamento prévio com creme específico, receitado pelo médico, vamos avaliar a necessidade ou não de cirurgia.

É isso aí gente! Espero ter tirado as dúvidas de nossa leitora! Um abração do tio!

21 comentários sobre “Meu filho tem fimose! É preciso cirurgia?

  1. Olá! As bolinhas amareladas podem ser apenas o esmegma, que é uma gordurinha que fica sobre a glande para lubrificação. Aos poucos, enquanto a pele vai descolando, esta secreção é eliminada. Se ainda não saiu, é porque o prepúcio (pele do pênis) ainda está colada. Oriente seu filho a abrir o prepúcio durante o banho e fazer a higiene adequada. Logo isso se resolve. Caso contrário, volte a consultar com o pediatra, anualmente, para controle.

  2. Olá Luis Filipe, bom dia. Alguns produtos podem sim ser utilizados para resolução da fimose. Mas, cada caso é um caso. Você deve ser avaliado por um urologista para que seja dada a indicação do tratamento. Você pode sim ter relações, mesmo tendo fimose. Sem problemas. Exceto se a fimose for muito restritiva. Se houvesse desconforto, você perceberia com a própria ereção. Não esqueça de usar preservativo!!

  3. Eu tenho 17 anos e tenho fimose dez de que nasci, mais todos os medicos que passei falaram que éra muito leve e um pediatra ate disse que eu não tinha, mais estou com medo da cirugia, então fiquei sabendo de uma pomada que poderia resolver a POSTEC ? esta poamada pode me livrar da cirugia? ou existe alguma mais eficiente ? eu nunca tive nenhuma dificuldade pra urinar e nem pra ejacular, “porem nunca tive relações sexuais” Posso ter relações sexuais com Fimose? Agradeço dez de já.

  4. Gente preciso compartilhar, meu filho de 5 anos fez ontem a cirurgia da fimose, eu antes da operação estava aflita, mas a cirurgia foi super tranquila, ele ficou cerca de 1 hora no centro cirúrgico, quando veio, reclamava de dor, mas logo tomou um remédio e ficou o resto do dia bem. Hoje eu já retirei o curativo, como fui orientada pelo medico, lavei e passei pomada, e continuo dando remédio pra dor, mas ele ta ótimo. Confesso q achei q seria bem mais complicado.

  5. Olá! A bolinha branco-amarelada é a secreção produzida na glande, para lubrificação. Chama-se esmegma e é normal em crianças que ainda apresentam um pouco de fimose. Não se preocupe! Procure um médico para avaliar e tratar, caso necessário.
    Abraço,
    Tio Thiago

  6. Oi descobri um bolinha branco-amarelada, embaixo da pele do penis do meu filho de
    3 anos. Bem próximo a “cabecinha”. Gostaria de saber do q se trata. Obrigada!!!

  7. eu tenho treze anos e tenho fimose quando fui ao medico a 2 anos ele mandou esperar para ver se iria realizar a cirurgia ou nao agora eles falam que deveria ser feita mais cedo

  8. Olá!

    A primeira coisa que você deve fazer é procurar um pediatra que faça uma avaliação adequada da criança e defina se realmente há fimose. Geralmente, o tratamento clínico (com pomada local) é bastante efetivo, não sendo necessário encaminhamento cirúrgico na maioria dos casos. De qualquer forma, este tipo de orientação só pode ser dada após avaliação do pediatra de seu filho.

    Um abraço!

  9. Pode sim, apesar de pouco comum. Geralmente o diagnóstico é feito antes, sendo indicado o tratamento precocemente. Na dúvida, consulte um médico para que ele possa avaliar e definir se realmente se trata de uma fimose.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s