Meu filho é o “mais”!

Ouço todos os dias frases do tipo: “O meu filho é o mais inteligente”; “Ele é mais esperto que os amigos”; “Não é por nada, mas conheço outras duas crianças, e o meu filho é o mais ágil”. “Ele já mexe no tablet. Aprendeu sozinho!”… Com tantos superpoderes vindos de fábrica, as crianças não precisam se esforçar mais para nada. Oras, se já são os “mais”, para que o esforço?!

(mais…)